A história do chat, bate-papo, icq, messengers, no Brasil. Era só pra xaveco e fofoca?

Neste episódio de conversas gravadas com a pandemia ainda sem controle apesar da vacinação, José Geraldo Magalhães e Wagner Tamanaha contam a história dos chats, bate-papos, instant messengers como o ICQ (I seek you), que fizeram sucesso no começo da…

A história do chat, bate-papo, icq, messengers, no Brasil. Era só pra xaveco e fofoca?

Source

0
(0)

Neste episódio de conversas gravadas com a pandemia ainda sem controle apesar da vacinação, José Geraldo Magalhães e Wagner Tamanaha contam a história dos chats, bate-papos, instant messengers como o ICQ (I seek you), que fizeram sucesso no começo da internet no Brasil.

Chats pelo IRC (Internet Relay Chat) com o software Mirc, acessando canais que reuniam brasileiros coomo Brasirc e Ircbrasil. O uso pioneiro das hashtags para identificar os assuntos das salas, isso bem antes do Twitter e Instagram serem inventados.

Salas de bate-papo no UOL, etiqueta de convívio, siglas, apelidos, nicknames, avatares, um novo jeito de se relacionar e descobrir pessoas. Numa época que não existia Tinder nem se falava em crush, o xaveco rolava solto. Alguém digitou vc quer tc cmg?

O sucesso do ICQ, um dos primeiros mensageiros intantâneos, circulando a informação e o conhecimento de forma acessível, aberta e dificultando os segredos. Era acessado no computador e tinha como alerta uma musiquinha marcante: uh uh! Parecia tb uma rádio peão entre os funcionários, ou rede de boatos e fofocas para quem preferia ficar de fora. Alguém ainda lembra o seu número do UIN?

RIP Yahoo Respostas 2005 – 2021. Lembranças também do Windows Phone, aposta da Microsoft que era dona do MSN messenger que depois virou Windows Live Messenger.

Finalizando, uma coreografia de encerramento estilo tokusatsu, seriados japoneses de monstros. Comentem se gostaram \o/

0 / 5. 0